top of page

As 5 principais ameaças modernas de segurança cibernética

Atualizado: 5 de set. de 2023

Você sabe quais são as cinco principais ameaças modernas de segurança cibernética que podem colocar em risco os seus dados, dispositivos e sistemas? Neste texto, vamos apresentar as principais formas de ataque que os cibercriminosos usam para tentar invadir, roubar ou danificar os seus dados e recursos digitais. Além disso, vamos dar algumas dicas breves de como se proteger dessas ameaças e manter a sua segurança cibernética em dia.



Uma pessoa encapuzada com o rosto coberto por uma placa de circuito


1. Phishing e Engenharia Social lideram estatísticas de ameaça cibernética


O phishing é uma técnica que consiste em enviar e-mails ou mensagens falsas que se passam por entidades confiáveis, como bancos, empresas ou órgãos públicos, com o objetivo de enganar o usuário e fazer com que ele forneça informações pessoais, financeiras ou de acesso. Por sua vez, resumidamente, a engenharia social envolve o emprego de técnicas de persuasão utilizadas para manipular pessoas para divulgar informações confidenciais. Essas informações podem ser usadas para fraudes, extorsões ou ataques mais sofisticados.


Para evitar o phishing, é importante verificar sempre a origem e a veracidade dos e-mails e mensagens recebidos, não clicar em links suspeitos e não fornecer dados sensíveis sem ter certeza da identidade do remetente. Para evitar golpes de engenheiros sociais, se alguém entra em contato com você pedindo informações sensíveis, seja por e-mail, telefone ou mensagem, verifique a autenticidade da solicitação. Lembre-se de que instituições legítimas geralmente não solicitam informações confidenciais por e-mail ou telefone.


A prevenção contra phishing é fundamental para proteger suas informações pessoais e financeiras contra ameaças cibernéticas. Aqui estão alguns métodos para se precaver contra esse tipo de ataque:


Desconfie de E-mails e Mensagens Suspeitas

Verifique o remetente e o conteúdo do e-mail ou mensagem. Se algo parecer suspeito, não clique em links nem baixe anexos.


Verifique os Endereços de E-mail

Preste atenção aos endereços de e-mail dos remetentes. Muitas vezes, os phishingers usam endereços falsificados que se parecem com os de empresas legítimas.


Evite Clicar em Links Diretamente

Em vez de clicar em links em e-mails ou mensagens, digite o URL diretamente no navegador ou use um marcador salvo anteriormente.


Use Autenticação de Dois Fatores (2FA)

Ative a 2FA sempre que possível para adicionar uma camada extra de segurança às suas contas.


Senhas Fortes

Use senhas fortes e exclusivas para cada conta. Evite senhas fáceis de adivinhar ou com informações pessoais óbvias.


Lembrando que os phishers estão constantemente adaptando suas táticas, portanto, a vigilância é a melhor defesa. Educação e conscientização são fundamentais para evitar cair em golpes de phishing.


2. Malware


O malware é um software malicioso que pode infectar o seu computador ou dispositivo móvel, roubar ou danificar os seus arquivos, monitorar as suas atividades ou até mesmo controlar o seu sistema.


Existem vários tipos de malware, como vírus, worms, trojans, spyware, adware, ransomware e outros. Para evitar o malware, é essencial manter o seu sistema operacional e os seus aplicativos sempre atualizados, usar um antivírus confiável e não baixar ou executar arquivos de fontes desconhecidas.


A prevenção contra malware é essencial para proteger seus dispositivos e dados contra infecções e ameaças cibernéticas. Aqui estão alguns métodos para se precaver contra malware:


Mantenha o Software Atualizado

Mantenha seu sistema operacional, navegadores, programas e aplicativos sempre atualizados. As atualizações muitas vezes corrigem vulnerabilidades que os malwares exploram.


Use um Antivírus Confiável e Softwares Licenciados

Instale um software antivírus e anti-malware de qualidade e mantenha-o atualizado. Essas ferramentas podem detectar e bloquear ameaças.


Baixe Apenas de Fontes Confiáveis

Evite baixar software de sites não confiáveis ou torrents. Use fontes oficiais e verificadas para obter programas.


Atenção a E-mails Suspeitos

Tenha cuidado ao abrir e-mails de remetentes desconhecidos. Não abra anexos ou clique em links suspeitos.


Utilize Firewall

Ative um firewall em seu ambiente para bloquear tráfego malicioso


A prevenção é fundamental, mas também é importante estar preparado caso ocorra uma infecção. Tenha políticas e planos de resposta a incidentes em vigor para lidar com ameaças quando elas surgirem.


3. Ransomware


O ransomware é um tipo de malware que criptografa os seus arquivos e exige um pagamento em dinheiro (geralmente em criptomoedas) para liberá-los. Caso o pagamento não seja feito no prazo estipulado, os arquivos podem ser apagados ou divulgados na internet. O ransomware é uma das ameaças mais perigosas e lucrativas para os cibercriminosos, que podem atacar desde usuários individuais até grandes organizações.


A prevenção contra ataques de ransomware é fundamental para proteger seus dados e sistemas. Aqui estão alguns métodos para se precaver contra esse tipo de ataque:


Mantenha o Software Atualizado

Mantenha seu sistema operacional, programas e aplicativos sempre atualizados. Muitos ataques de ransomware exploram vulnerabilidades em software desatualizado.


Faça Backup Regularmente

Realize backups frequentes de todos os seus dados importantes. Armazene esses backups em locais seguros, como unidades externas ou serviços de nuvem confiáveis. Certifique-se de que os backups são isolados da rede para evitar que sejam criptografados pelos atacantes.


Utilize Antivírus e Anti-Malware

Instale software antivírus e anti-malware de qualidade em seus dispositivos e mantenha-o atualizado. Isso pode ajudar a identificar e bloquear ameaças antes que elas causem danos.


Filtre E-mails Suspeitos

Configure filtros de e-mail para bloquear mensagens de remetentes desconhecidos ou suspeitos. Muitos ataques de ransomware são entregues por e-mail.


Treinamento de Conscientização

Eduque os funcionários e membros da equipe sobre práticas de segurança cibernética, especialmente como identificar e-mails de phishing e links maliciosos.


Restrições de Privilégios

Limite o acesso de usuários a sistemas e dados apenas ao que é necessário para realizar suas funções. Isso reduz as chances de um ataque se espalhar lateralmente pela rede.


Política de Senhas Fortes

Estabeleça políticas de senhas fortes e incentive a troca regular de senhas. Considere a implementação da autenticação de dois fatores (2FA) sempre que possível.


Segmentação de Rede

Divida sua rede em segmentos separados, isolando dados sensíveis e sistemas críticos. Isso ajuda a impedir que um ataque se espalhe rapidamente.


Monitoramento de Rede

Implemente ferramentas de monitoramento de rede para identificar atividades suspeitas o mais rápido possível.


Atualize Políticas de Resposta a Incidentes

Tenha políticas claras e planos de resposta a incidentes em vigor. Saiba como agir caso ocorra um ataque de ransomware.


Evite Downloads de Fontes Não Confiáveis

Não baixe software ou arquivos de fontes não confiáveis ou sites duvidosos.


Acesso Remoto Seguro

Se você oferece acesso remoto a sistemas, certifique-se de que as conexões sejam seguras e que os funcionários usem autenticação segura.


Política de Navegação Segura

Implemente políticas que desencorajem o uso de navegadores em sites não relacionados ao trabalho, onde os ataques de ransomware são mais comuns.


Controle de Execução de Programas

Restrinja a execução de programas em locais não autorizados, o que pode evitar a execução de ransomware.


Backups Offline

Mantenha backups offline, desconectados da rede, para evitar que também sejam criptografados em um ataque.


A prevenção e a preparação são essenciais na luta contra ataques de ransomware. Lembre-se de que, mesmo com as melhores medidas de segurança, sempre existe algum risco. Ter um plano de resposta a incidentes sólido pode ajudar a minimizar os danos em caso de ataque.Para evitar o ransomware, é fundamental fazer backups regulares dos seus arquivos importantes, não abrir anexos ou links suspeitos e usar ferramentas de proteção específicas.


4. Ataque de força bruta


Os ataques de força bruta são tentativas de adivinhar as suas senhas por meio de tentativas repetitivas até encontrar a combinação correta. Esses ataques podem ser feitos por programas automatizados que testam milhares de senhas por segundo, ou por hackers que usam técnicas de engenharia social para obter pistas sobre as suas senhas.


Os ataques de força bruta podem ser usados para acessar os seus e-mails, redes sociais, contas bancárias ou outros serviços online. Para evitar os ataques de força bruta, é recomendado criar senhas fortes e diferentes para cada serviço online que você usa, além de habilitar a autenticação de dois fatores sempre que possível.


Os ataques de força bruta são uma técnica usada por cibercriminosos para descobrir senhas, números PIN ou chaves criptografadas ao tentar todas as combinações possíveis. Para se precaver contra esses ataques, considere as seguintes medidas:


Senhas Fortes

Use senhas complexas e únicas para cada conta. Evite senhas óbvias, como datas de nascimento ou sequências numéricas simples. Uma senha forte deve conter letras maiúsculas e minúsculas, números e caracteres especiais.


Use Autenticação de Dois Fatores (2FA)

Ative a autenticação de dois fatores sempre que possível. Isso adiciona uma camada extra de segurança, mesmo se a senha for comprometida.


Limite Tentativas de Login

Configure sistemas e aplicativos para limitar o número de tentativas de login. Após um certo número de tentativas fracassadas, bloqueie temporariamente a conta.


Monitoramento de Logins Suspeitos

Mantenha um registro de tentativas de login e monitore atividades de login suspeitas.


Senhas Temporárias

Use senhas temporárias ou códigos de acesso de uso único (OTP) para autenticação temporária em serviços sensíveis.


Lembre-se de que a segurança cibernética é uma responsabilidade compartilhada entre os administradores de sistemas e os usuários finais. É importante adotar uma abordagem abrangente para mitigar os riscos de ataques de força bruta.


5. Acesso não autorizado


O acesso não autorizado ocorre quando alguém consegue acessar o seu sistema ou rede sem a sua permissão. Isso pode acontecer por meio de vulnerabilidades no seu software ou hardware, por falhas na sua configuração de segurança ou por roubo de credenciais.


O acesso não autorizado pode permitir que o invasor visualize, altere ou exclua os seus dados, instale malwares ou realize outras ações maliciosas. Para evitar o acesso não autorizado, é importante manter as suas senhas seguras e atualizadas regularmente, configurar corretamente o seu firewall e o seu roteador e usar uma VPN (rede privada virtual) quando se conectar a redes públicas.


A prevenção contra iniciativas de acesso não autorizado à rede é fundamental para manter a segurança dos sistemas e dos dados e se proteger de ameaças cibernéticas. Aqui estão algumas medidas que você pode tomar para se precaver:


Firewall e IDS/IPS

Configure um firewall para controlar o tráfego de entrada e saída da rede. Use sistemas de detecção e prevenção de intrusões (IDS/IPS) para identificar e bloquear atividades suspeitas.


Segurança de Rede sem Fio

Proteja sua rede sem fio com criptografia WPA2 ou superior. Use senhas fortes para o acesso Wi-Fi e altere-as regularmente.


Controle de Acesso

Implemente controles de acesso baseados em função (RBAC) para garantir que apenas usuários autorizados tenham acesso a sistemas e dados específicos.


VPN (Rede Privada Virtual)

Use uma VPN para proteger a comunicação entre dispositivos remotos e a rede interna. Isso criptografa os dados em trânsito.


Atualizações de Software

Mantenha todos os sistemas e dispositivos atualizados com as últimas correções de segurança para evitar a exploração de vulnerabilidades conhecidas.


Política de Senhas Fortes

Exija senhas fortes e complexas para todos os dispositivos e contas. Promova a troca regular de senhas.


Monitoramento de Rede

Use ferramentas de monitoramento de rede para acompanhar o tráfego e identificar atividades suspeitas, como tentativas de login não autorizadas.


Auditorias de Segurança

Realize auditorias regulares de segurança para identificar e corrigir vulnerabilidades e configurações inadequadas.


Lembrando que a segurança da rede é um processo contínuo e multidimensional. Adotar várias camadas de proteção e estar sempre atualizado sobre as ameaças cibernéticas é fundamental para manter a rede segura.


Conclusão


Essas amealas estão entre as cinco principais ameaças modernas de segurança cibernética que você precisa conhecer e se prevenir. Lembre-se que a segurança cibernética é uma responsabilidade compartilhada entre você e as empresas que fornecem os serviços que você usa. Por isso, fique atento às recomendações de segurança, use as ferramentas adequadas e não hesite em denunciar ou bloquear qualquer atividade suspeita. Assim, você poderá navegar na internet com mais tranquilidade e confiança.


16 visualizações0 comentário

Comments

Rated 0 out of 5 stars.
No ratings yet

Add a rating
bottom of page